SOS Segurança – Governador lança programa com a presença de autoridades do CBMDF

O governador Ibaneis Rocha lançou, na tarde da sexta-feira (11/01/2019), o programa SOS SEGURANÇA. Na praça do Buriti, mais de 600 bombeiros e policiais militares, além de dezenas de agentes do Detran e de policiais civis, acompanharam a oficialização do programa.

Entre as medidas propostas no programa para o combate a criminalidade e melhor atendimento à população estão: criação de novos quartéis, paridade entre as forças de segurança, concurso e convocação de voluntários.
O Governador disse que inicialmente injetará R$ 300 milhões para a gratificação de trabalho voluntário das forças de segurança. Os servidores receberão R$ 400 por trabalho extra realizado em dia de folga.

Outra medida anunciada foi o convênio para o Projeto das Escolas Militares. Segundo o governador Ibaneis Rocha, é importante retomar os valores cívicos para as crianças. De início, quatro escolas (Ceilândia, Recanto das Emas, Estrutural e Sobradinho) já funcionarão este ano.

“Lugar de bandido é na cadeia. Cansei de andar nas ruas dessa cidade e ver as grades nas residências e comércios. Os cidadãos estão aprisionados e os bandidos nas ruas. Vou endurecer com os traficantes e todos os bandidos na nossa cidade”, frisou Ibaneis, ao lado do vice-governador, Paco Britto.

Ibaneis Rocha destacou que está trabalhando para lançar ainda este mês concurso para recompor as Forças do DF. Segundo ele, na Polícia Militar hoje há um déficit de cerca de sete mil policias. O mesmo problema acontece em todas as áreas da Polícia Civil, seja para agentes, delegados ou peritos, onde será feito levantamento junto com os sindicatos e a Secretaria de Segurança para identificação das necessidades do efetivo. Já no Corpo de Bombeiros Militar ele ressaltou que há um concurso em andamento com nomeações para serem feitas.

Governador também garantiu paridade das forças de segurança. “Criamos uma ordem de serviço com o sindicato de cada uma das categorias para discutirmos e garantirmos esta proporcionalidade”, esclareceu. O prazo é de 15 dias para o lançamento do estudo, que contará com o auxílio do secretário da Fazenda, André Clemente, e do de Segurança, Anderson Torres, na elaboração.

O governador disse ainda que vai colocar à disposição das Forças de segurança toda a defesa jurídica da Procuradoria do DF. “Todas as ações que tiverem participação das Forças terão a defesa do Estado. Eles agora vão trabalhar com segurança jurídica. Todos que agirem dentro da lei serão defendidos pelo DF”.
“A partir desse momento, vocês estão empoderados para devolver à sociedade a segurança necessária. Declaro aberto o SOS DF Segurança, que será um programa permanente e já está funcionando”, ressaltou Ibaneis aos seus comandantes da área de segurança. Ele especificou que o programa já esteve em três cidades do DF, realizando apreensões de armas e de drogas e cumprimento de mandados de prisões.

Esteve presente na solenidade de lançamento o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do DF, Coronel Carlos Emilson Santos Ferreira, o Comandante Operacional, o Sub Comandante Coronel Ferreira e os Coronéis da corporação.